Quem tiver o contrato assinado e cadastrado até o dia 19/7 não terá carência.

O Presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de Roraima (CAARR), Ronald Rossi Ferreira, informou que a comercialização do Plano de Saúde da Advocacia roraimense já está acontecendo na sede da CAARR.

“Os contratos firmados e cadastrados até o dia 19/08, que possuem vigência 01/09, não terão que cumprir carência”, destaca o presidente.

Depois desse prazo, os novos contratos, firmados a partir de 20/8, a vigência será 01/10 e terão que cumprir as carências determinadas pela ANS [Agência Nacional de Saúde], ou seja, 24 horas para urgência e emergência, 180 dias demais coberturas, 300 dias para parto a termo e dois anos para doença e lesão pré-existente.

Há dois anos a CAARR estava impedida de inserir novas vidas no Plano de Saúde da Central Nacional da Unimed (CNU) por meio da IBBCA. “Agora todos, novos e antigos, terão agora que fazer adesão ao novo contrato, que possui valores bem melhores”, observa.

Segundo o presidente, foram dois anos de muitas cobranças da advocacia e de negociações com a UNIMED Fama.

A advocacia e dependentes na hora de contratar o plano, poderá optar pela cobertura em Boa Vista ou nacional. “Atualmente nosso público alvo é de mais de seis mil pessoas (advocacia e dependentes) aptos a ingressar no Plano de Saúde”, destaca.

Porém, considerando que muitos membros da advocacia já têm plano de saúde em outros órgãos aos quais estão vinculados, o presidente acredita que a adesão ao Plano da CAARR terá em torno de 1000 vidas (entre advocacia e dependentes).

Os documentos necessários (cópia e original), para o titular, Carteira da OAB, comprovante residência e Cartão SUS. Para dependentes, vale Certidão Casamento ou Contrato de União Estável, RG/CPF e Cartão do SUS. No caso de filho ou filha, tem ser solteiro/a e não pode ter mais de 24 anos.

Informações: sede da CAARR ou whats (36242145).