O presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de Roraima (CAARR), Ronald Rossi Ferreira, informou nesta quarta-feira, 21, que o prazo para adesão sem carência ao Plano de Saúde da advocacia poderá acontecer até o dia 13 de setembro, sem a necessidade de cumprir as carências da ANS.

“Conseguimos negociar esse novo prazo com a operadora do Plano de Saúde, algo raro de acontecer”, comenta o presidente, ao enfatizar “mais uma conquista para a advocacia roraimense”.

O Plano de Saúde de abrangência local (Boa Vista) ou Nacional valem para a advocacia roraimense e dependentes, na modalidade coletivo por adesão.

Os contratos firmados e cadastrados até a última segunda-feira (19/8), terão a vigência a partir do dia 1º/9 e não terão que cumprir carência.

Os contratos cadastrados até o dia 13/9 também não terão que cumprir carência, mas a validade só começa a contar no dia 1º/10.

Para quem perder este novo prazo, terá que cumprir as carências da ANS [Agência Nacional de Saúde] que são de 24 horas para urgência e emergência, 180 dias para demais coberturas, 300 dias para parto a termo e dois anos para doença e lesão pré-existente.

A inclusão de dependente só poderá ser feita com um titular do plano, que deve ser profissional da advocacia.

Os documentos necessários (cópia e original), para o titular, Carteira da OAB, comprovante residência e Cartão SUS. Para dependentes, vale Certidão Casamento ou Contrato de União Estável, RG/CPF e Cartão do SUS. No caso de filho ou filha, tem ser solteiro/a e não pode ter mais de 24 anos.

Informações: caa.roraima@hotmail, caarr.org.br ou 36242145 (whats).